Fiscobras: Benefícios gerados pelo TCU podem chegar a R$ 2,5 bi

Os benefícios financeiros com as fiscalizações de obras realizadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em decorrência do programa Fiscobras 2012 podem chegar a R$ 2,5 bilhões. O benefício efetivo proporcionado pelas auditorias já é de R$ 165, 4 milhões.

A auditoria na construção do campus integrado do Instituto Nacional do Câncer permitiu ganho de R$ 39 milhões (processo 030.993/2011-3).

Outro destaque é o benefício estimado com acompanhamento da construção do Rodoanel de São Paulo – Trecho Norte. O TCU estima que o ganho para a sociedade fique em torno de R$ 686 milhões (processo 030.993/2011-3). 

Relatório de obras
Lista de obras com irregularidades graves (bloqueio)
Obras por Estado
Informativo
Apresentação do relator- ministro Aroldo Cedraz

Sessão 30/10/12
Secom – DD
Tel.: (61) 3316-5060
E-mail: imprensa@tcu.gov.br

Siga o TCU no Twiter: twitter.com/tcuoficial .

Para reclamações sobre uso irregular de recursos públicos federais, entre em contato com a Ouvidoria do TCU ou ligue para 0800-6441500.

Publicado em 30/10/2012 às 15:34
Fonte: Tribunal de Contas da União

http://portal2.tcu.gov.br/portal/page/portal/TCU/imprensa/noticias/detalhes_noticias?noticia=4223603

Dersa não divulga traçado do Rodoanel e nem número de famílias desapropriadas

Com previsão de início de obra até o final deste ano, o Trecho Norte do Rodoanel ainda é uma grande incógnita em Guarulhos. O motivo é a ausência de informações sobre o local exato onde a obra será construída e a quantidade de famílias que serão desapropriadas.

No entanto, segundo o presidente da Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), Laurence Casagrande Lourenço, por mais que 52% de todo o Trecho Norte esteja em Guarulhos, a cidade é que a menos sofrerá com as remoções. “São Paulo tem um volume maior de desapropriação das famílias em relação a Guarulhos, isso porque aqui encontramos uma área livre maior onde conseguimos encaixar o traçado fazendo com que o número de residências afetadas seja muito menor”, afirmou Lourenço que ressaltou que a obra não avançará sobre uma propriedade sem que antes haja uma concordância entre as partes.

Já com relação ao traçado, Lourenço enfatizou que o projeto está disponível no processo de licenciamento ambiental desde setembro do ano passado. “Existe uma série de ajustes locais que vão sendo construídos ao longo da obra. Então não é que não queremos divulgar, mas simplesmente porque isso vai sendo discutido e acertado ao longo da construção”, ressaltou.

O anúncio foi feito ontem durante a assinatura, entre a Dersa e a Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos (ACE-Guarulhos), do protocolo de intenções para união de esforços no atendimento dos empresários guarulhenses que serão contemplados pelo projeto, realizado na sede da ACE.

Fonte: guarulhosweb.com.br

Rosana Ibanez /  23/10/2012 10:14

Qual o objetivo deste blog?

Minha preocupação e alertar a sociedade para a importância de preservar uma área verde essencial para São Paulo, como o Parque Estadual da Cantareira, tombado no final do século XIX, e a Região Metropolitana de São Paulo. Lutamos para impedir a destruição dos recursos naturais no país.

Estamos vivendo um conflito entre desenvolvimento e conservação nesta área da cidade. Ha inúmeras contradições entre a legislação ambiental vigente e os interesses econômicos e políticos envolvidos.

Pretendo sensibilizar a todos sobre a urgência de mudança de atitude na sociedade, frente à necessidade da preservação ambiental.

(digo eu)